Página inicial

Dicas

Como diminuir o agrotóxico em sua comida

Se você ainda não é um consumidor de produtos sem agrotóxicos, seguem algumas dicas para diminuir a presença desses produtos em seu alimento:

Leia mais

Como diminuir o agrotóxico em sua comida

Se você ainda não é um consumidor de produtos sem agrotóxicos, seguem algumas dicas para diminuir a presença desses produtos em seu alimento:

Se você ainda não é um consumidor de produtos sem agrotóxicos, seguem algumas dicas para diminuir a presença desses produtos em seu alimento:
 
1. Lave bem legumes, verduras e frutas e deixe-os de molho de 15 a 20 minutos em uma solução de água e vinagre.
 
2. Sempre que possível, descasque legumes e frutas. Você perderá algumas vitaminas, mas pelo menos terá uma alimentação mais segura.
 
3. Os legumes, verduras e frutas da estação possuem menos defensivos e hormônios.
 
4. Legumes muito grandes podem ser resultado de adubação excessiva e estimulantes artificiais.
 
5. Os produtos nacionais e, sobretudo, os de produção regional não requerem tantos pesticidas quanto aqueles que têm que percorrer grandes distâncias e são armazenados por longos períodos de tempo.
 
6. Resíduos de agrotóxicos tendem a se concentrar nos tecidos gordurosos dos animais. Se você evitar o consumo de gorduras animais, diminuirá a ingestão desses produtos.
 
7. No Brasil, os produtos que mais recebem agrotóxicos são: tomate, batata inglesa, morango, uvas rubi e Itália e mamão papaia.
 
8. A ingestão de frutas, legumes e verduras é muito importante para a alimentação. Para evitar o consumo desses tóxicos com segurança, é melhor consumir produtos cultivados sem eles.
 
Fonte: Como cuidar do seu meio ambiente - Coleção Entenda e Aprenda. Unibanco Ecologia, 2002
 

Redes sociais

  • Twitter
  • YouTube
  • Facebook
  • RSS

Projeto Jogo Limpo

Logotipo da OPATopo

OPA! Organização para a Proteção Ambiental
Av. Marcos de Freitas Costa, 84 - Sala 5
Bairro Daniel Fonseca
CEP 38400-328 - Uberlândia - MG - Brasil

Licença Creative Commons Desenvolvido por FSaldanha Comunicação